Dr.Heleno


Go to content

Quiropraxia


A TÉCNICA QUIROPRÁTICA


Heleno Felix Torres

Técnica dia a dia mais presente na vida moderna, a Quiropraxia vem se tornando uma excelente alternativa de tratamento para problemas relacionados à coluna vertebral, como dores na coluna lombar, hérnia de disco, dores e tensões musculares, dores de cabeça e no pescoço, dor ciática, problemas relacionados à articulação de tornozelos, ombros, punhos, joelhos, cotovelo, ou quaisquer outros tipos de dor que restrinjam a mobilidade. As lesões por esforços repetitivos (LER) e ou distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho (DORT) também se incluem nas enfermidades que podem ser tratadas com Quiropraxia.
É preciso lembrar que entre as causas para estas dores estão não só as relacionadas à idade, mas também aquelas ocasionadas por atividades de rotina que exigem repetição de movimentos e posturas inadequadas, o que faz com que o corpo diminua ou até perca a capacidade de realizar determinados movimentos.
Muitos podem se perguntar ainda o que vem a ser Quiropraxia.
Em linguagem simples, pode-se dizer que é uma técnica que busca não apenas diagnosticar, mas principalmente o tratamento e a prevenção de problemas ligados à coluna vertebral, onde se utiliza apenas as mãos para corrigir estas disfunções. Após o diagnóstico, movimentos rápidos e precisos do profissional em Quiropraxia tendem a produzir a redução ou até mesmo a eliminação da dor do paciente, dependendo do caso.
A Revista Dynamic Chiropractic, em sua edição de 12 de fevereiro de 2011 revela um estudo conduzido colaborativamente por Palmer College of Chiropractic, Loyola University Stritch School of Medicine e Edward Hines Jr, do Veterans Affairs Hospital, no qual buscam estudar os efeitos da manipulação de Cox para dor no pescoço, iniciado em 2008 com financiamento do National Institutes of Health.
Segundo a revista, médicos quiropratas referem que a Quiropraxia “[...] tem proporcionado alívio para as condições músculo-esqueléticas, como dor de garganta”. Contudo, maiores estudos poderiam ampliar as informações sobre “[...] a biomecânica dessas terapias, a biomecânica do músculo normal, patológico, articulares e sistemas, bem como o desenvolvimento de novas tecnologias [...]” .
Um dos mais recentes artigos publicados a partir de aplicação em grupos de controle e que envolvem terapias para a enxaqueca aponta que pacientes tratados unicamente com Quiropraxia obtiveram os mesmos efeitos que aqueles tratados com medicação como o propanolol e o topiramato.
O número crescente de publicações em jornais e revistas especializadas evidencia a elevada procura por este tipo de tratamento e também reforça uma prática terapêutica já largamente utilizada, promovendo saúde e bem-estar. Vivendo em uma sociedade que vem obtendo expressivos e crescentes índices de longevidade, o indivíduo de hoje deseja uma vida longa mas com qualidade, e nesse caso a Quiropraxia torna-se uma prática de indiscutível valor.
Formação em PsicologiaEspecialista em Psicopedagogiae Phd em Psicanálise. Disponível em: www.dynamicchiropractic.com/mpacms/dc/article.php?id=42251. Acesso em 01 mar 2011.


História da Quiropraxia


Heleno Felix Torres

A história da Quiropraxia teve início com Daniel David Palmer. Nascido no Canadá em 1845, foi nos Estados Unidos, em Iowa, que David Palmer começou seus estudos em Quiropraxia. Sua curiosidade o levou a ler sobre naturopatia, alopatia, homeopatia, fisioterapia e osteopatia. Segundo seu criador: “The science the chiropractic has lead to the creation of the art of vertebral adjusting”.
Era final do século XIX e a medicina buscava explicações mais racionais para os males que atingiam as pessoas. Palmer acreditava que a eficiência do sistema nervoso em transmitir informações às redes neurais ficava comprometida a partir da pressão nos terminais nervosos da coluna vertebral. Segundo ele, se determinado órgão estava doente, isto poderia se dar em razão de não estar recebendo suficiente irrigação nervosa. Basicamente, isto o levou ao conceito de subluxação ou desalinhamento da coluna vertebral e ao processo de ajustamento das vértebras. Seus primeiros casos foram de um homem, Harvey Lilard, que relatava dificuldade auditiva, e um outro com problemas cardíacos, em 1895.
Em 1897, Palmer fundava a Palmer School and Cure, acatando a seguir as leis de Iowa (EUA): logo mais, passou a chamar-se Palmer School of Chiropractic.
Em 1904, Joshua Palmer assumia a escola fundada por seu pai, contribuindo sobremaneira para consolidar o trabalho até então realizado. A realização de pesquisas, aperfeiçoamento da técnica e do diagnóstico, com a consequente elevação nos padrões da educação quiroprática fizeram com que ele vencesse as dificuldades impostas pela legislação da época e as limitações financeiras enfrentadas pela escola. Suas ações garantiram ainda antes de sua morte (1961) que a Quiropraxia figurasse entre as ciências da saúde.
Entretanto, é a própria história da Escola Palmer que destaca a importância da mulher de Joshua Palmer como uma das mais importantes influências na vida dele. Mabel Palmer, doutora em Quiropraxia (1905), foi instrutora na escola por mais de 30 anos, cuja autoridade em Anatomia era amplamente reconhecida.
Em 1913, o Estado do Kansas foi o primeiro estado americano a reconhecer e licenciar os Quiropráticos. Em 1923, Alberta foi a primeira província canadense a licenciar a prática da Quiropraxia; Ontário foi a seguinte em 1925 e New Foundland a última, em 1992.
Terceira geração dos Palmer, David Palmer, neto do fundador, assumia a presidência da instituição em 1961. Entre suas ações, a mudança do nome da escola para Palmer of Chiropractic, a modernização dos campus, renovando salas de aula e aparelhos. Além disso, duas outras iniciativas importantes foram tornar a Palmer College uma entidade sem fins lucrativos e criar a Faculdade de Quiropraxia Alumni Association.
Formação em PsicologiaEspecialista em Psicopedagogiae Phd em Psicanálise.
PALMER, D.D. The Chiropractor. B. L. Printing Company. Los Angeles, EUA. 1914, p. 22.
N.T. “A ciência da Quiropraxia levou à criação da arte de se ajustar as vértebras.”
Disponível em:http://www.palmer.edu. Acesso em 20 jan 2011.
Disponível em: http://wn.com/Palmer_College_of_Chiropractic. Acesso em 15 jan 2011.

Idem.

Inicial | Punctum Saliens | Indução | Hipnose | Neurofisiologia | PNL | Quiropraxia | ARTIGOS | Publicações | Biblioteca | Produtos | Contatos | Site Map


Back to content | Back to main menu